Por que advogados devem ter metas SMART?

Leitura: 3 minutos

 Antes de falarmos sobre o que são exatamente metas SMART, é importante constatarmos que a maioria dos escritórios de advocacia, independente do seu porte, não possui metas individualizadas para os advogados.

Em alguns casos, após o trabalho de um consultor com foco em Planejamento Estratégico e/ou Gestão de Pessoas, são definidas metas para os colaboradores do escritório de advocacia, mas esta situação está longe de ser a realidade da grande maioria.

Algumas dúvidas comuns sobre metas são: “Vale a pena definir metas para advogados?” “Por quê?” “Isso não vai burocratizar meu escritório?”

Sim!! É muito importante que advogados tenham metas, assim como é muito importante que o escritório tenha objetivos claros. Para que objetivos sejam alcançados, é necessário que exista uma estratégia definida e para que ela funcione, necessitará de iniciativas bem objetivas, que irão ser detalhadas em metas.

Portanto, assim como é imprescindível que escritórios de advocacia façam um planejamento estratégico para se conhecerem e definirem com clareza seus objetivos e sua estratégia, é essencial que os objetivos do escritório sejam cascateados em metas para os times e individualizadas para cada colaborador, inclusive para os advogados.

A burocracia, no sentido pejorativo que estamos acostumados a usar, irá depender exclusivamente de como as metas serão definidas e como serão acompanhadas ao longo do tempo. Ou seja, é perfeitamente possível só desfrutarmos dos benefícios das metas e não burocratizarmos o escritório por causa delas.

Agora sim podemos definir o que são metas SMART.

O acrônimo SMART significa:

S pecific (específica)

M easurable (mensurável)

A ttainable (atingível)

R ealistic (relevante)

T ime Bound (temporizável)

Se for simples para você e todos os envolvidos nas metas analisar se uma meta foi ou não atingida, provavelmente você já está aplicando o conceito SMART, pois, do contrário, sempre há dúvidas e controvérsias em relação ao atingimento ou não das metas.

Para se ter metas que realmente valham a pena o seu esforço, elas precisam:

  • Específicas – serem claras e objetivas;
  • Mensuráveis – serem passíveis de apuração;
  • Atingíveis – serem desafiadoras, mas factíveis;
  • Relevantes – fazerem sentido para os envolvidos e diferença se atingidas;
  • Temporizáveis – terem um prazo claro para sua apuração.

Defina objetivos com clareza e cascateie as iniciativas para alcançá-los até que cheguem às pessoas do escritório. Faça o acompanhamento do status de cada uma das metas periodicamente para entender sua evolução. Corrija a rota inicialmente traçada, se necessário.

As metas SMART têm mais chance de conquistarem a adesão dos colaboradores e com isso o escritório de advocacia estará mais perto de alcançar seus objetivos!!

Uma opinião sobre “Por que advogados devem ter metas SMART?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *