Diário de apresentações: Preambulo Tech

No dia 23/04/2020 às 14:00 tive a quarta apresentação de um dos softwares listados no Gestão Legal Soluções – o Primeiro Repositório de Soluções para a Área Jurídica do Brasil pelo time da Preambulo Tech.

A ferramenta usada para apresentações remotas pela Impacta Preambulo Tech é o Microsoft Teams e quem conversou comigo foi o Maurício Kavinski, CEO.

A Preambulo Tech foi fundada em 1988 com a finalidade de desenvolver os softwares internos de gestão de alguns tribunais. O CPJ-3C foi lançado no final dos anos 90 e o client web do software foi disponibilizado ao mercado em jul/2019. Já o CPJ-Cobrança chegou ao mercado em 2016. Maurício Kavinski que já foi cliente da Preâmbulo, hoje é o CEO da empresa.

O CPJ-3C que inicialmente era um sistema completamente desktop, já possui atualmente de 10 a 20% das suas funcionalidades na plataforma web/mobile, entretanto, segundo o CEO da empresa, isso corresponde a 80% das necessidades dos usuários.

A estratégia da empresa foi apostar numa interface web responsiva, simples, mas intuitiva, deixando a parte das configurações mais complexas, parametrizações, tabelas, e gestão financeira na aplicação desktop.  

Ter uma opção de software desktop pode ser uma boa solução para escritórios mais conservadores e/ou que em razão do volume de processos não conseguem uma boa performance em uma solução 100% web.

Um foco da Preambulo Tech é ofertar em suas soluções muitas opções de parametrização/configuração e pouco customização. Mais uma vez relembro o que falo sobre este tema em um artigo já publicado. Esta é uma prática muito interessante para seus clientes, veja o artigo que comento a este respeito.

O CPJ-3C, além de possuir sua própria base de dados de publicações também permite que sejam incorporadas a ele outras bases de fornecedores diversos. Caso o sistema trabalhe com mais de uma base de publicações é possível através de uma configuração definir que será realizada uma comparação dos recortes através de IA (inteligência artificial).

Esta funcionalidade facilita no double check de publicações que comumente é usado nas controladorias.

O software possui um Workflow bastante potente e muito configurável. Ele pode ser parametrizado até para enviar e-mail, acionar um robô etc.

Mas para quem preferir algo mais simples existe a configuração de tarefas encadeadas, que também facilita a organização de fluxos de trabalho para quem não quer usar a ferramenta de Workflow.

Algo bastante interessante no CPJ-3C são as classificações automáticas de Publicações a partir do texto, utilizando inteligência artificial. Além da classificação padrão o advogado poderá aceitar ou não as classificações sugeridas e incluir subclassificações para identificar melhor do que se trata cada publicação e através de IA o CPJ vai aprendendo com as informações inseridas pelo escritório e seguindo suas orientações nas próximas publicações.

Outro ponto também muito relevante é que na sequência da análise de uma publicação, a partir de configurações realizadas previamente, o sistema sugere tarefas de acordo com as classificações e de outras informações do processo, por exemplo a natureza, o valor etc.

Para escritórios de maior porte, existem os conceitos de Células e Equipes para facilitar a vinculação de responsáveis em tarefas e evitar equívocos.

Tive a grata surpresa de saber que o CPJ possui a ferramenta de gestão da contratação de correspondentes. Os correspondentes precisam ser previamente cadastrados e a comunicação com eles poderá ser feita concedendo a eles um usuário no sistema ou através de troca de e-mails, cujas respostas são interpretadas pelo software e salvas no sistema.

Através de robôs que varrem o sistema em busca de eventos cadastrados é possível que o CPJ sugira cobranças de honorários. Além disso, o software emite nota fiscal e boleto, além de ter conciliação bancária e possuir integração com softwares contábeis.

Outras funcionalidades que cabem ser mencionadas são: GED, BI, time sheet e agenda integrável com o Google Agenda.

Por fim, o módulo web pode ser o “site” do escritório de maneira que os clientes possam instalar o app no seu smartphone e o ícone que será mostrado é a logo do escritório. Pelo que compreendi cada cliente teria acesso aos seus processos somente e também a um canal de comunicação direta com o escritório.

Termino aqui as primeiras impressões sobre o CPJ-3C e faço um convite para que baixe o ebook que contém todas as soluções disponíveis para a área jurídica, o Gestão Legal Soluções – o Primeiro Repositório de Soluções para a Área Jurídica do Brasil.

Preâmbulo

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *